segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Elvis Presley: o único "quase unânime" da história do Rock? O que move a carreira de uma banda ou de um roqueiro? O dinheiro, o sucesso, a fama, o reconhecimento, mulheres, a possibilidade de tentar alcançar a perfeição musical... Muitos artistas conseguiram isso tudo e muito mais ao longo dos anos. Entretanto, quantos conseguiram chegar ao olimpo dos músicos? Quantos obtiveram o respeito maciço da crítica, conseguiram formar de uma legião de fãs e alcançar a reverência dos colegas músicos? Resumidamente, quem chegou à unanimidade ou ficou a milímetros dela? Beatles e Stones? Não creio. Sempre há quem prefira um ao outro... Led Zeppelin, Pink Floyd, Rush, Stevie Ray Vaughan, Iron Maiden, Ramones, Black Sabbath, etc.? São ícones, mas sempre tem algum espertinho pra restringir alguma coisa relativa a eles. Na minha modesta opinião apenas um músico conseguiu chegar perto da unanimidade: ELVIS Aaron Presley, o maior artista do século 20. Talvez o único cantor com livre trânsito entre fãs de música clássica, ópera, metal, rock e pop. Mesmo quem não o conhece devidamente o respeita. Falar de ELVIS parece chover no molhado. Pra mim a expressão “The King of Rock’n Roll” já diz tudo. Não vou ficar elogiando sua voz quase inigualável, seu carisma absoluto, sua contribuição de abertura do mundo para o rock... Isso todo mundo já fez, e muitos fizeram extremamente bem. Prefiro ir por outro caminho, o dos fatos. As opiniões são importantes, mas facilmente contestáveis. Contra os fatos a argumentação precisa ser muito mais forte. Nunca houve um artista na história da música que tenha vendido tanto. Segundo informações extraoficiais, mas bem respaldadas em sites confiáveis, ELVIS vendeu mais de 1,2 bilhão de álbuns, compactos e CD’s ao redor do mundo desde 1954. É como se um em cada sete habitantes do planeta tivesse um disco dele. ELVIS também é o recordista de músicas no top 100 da parada americana (149 canções) e de pessoas assistindo a um evento de rock pela TV (seu concerto "Aloha from Hawaii", em 1973, teve audiência estimada em 1,5 bilhão de pessoas). Mesmo depois do seu falecimento ELVIS continua movimentando multidões. Estimam-se em 65 mil o número de imitadores do rei ao redor do mundo, e mais de 600 mil pessoas visitam anualmente a casa onde ele morou durante 20 anos, em Graceland. Assim como o público, os críticos também se renderam a ELVIS desde o início. Mesmo porque pouco poderiam fazer de diferente diante de um homem de caráter irreparável, adorado pelas multidões e talentoso, acima de tudo. Ao contrário das severas e quase sempre injustas apreciações feitas a artistas como Led Zeppelin, Rush e Bob Dylan, a mídia preferiu os rasgados elogios à incrível capacidade de ELVIS para compor, cantar e interpretar. Frases como "daqui a dois mil anos ainda estarão falando sobre ELVIS Presley”, do radialista norte-americano Wolfman Jack, e "ele não foi um grande artista por um ou dois anos isolados, mas sim por duas décadas quase contínuas. Incrédulos devem ouvir as evidências. A defesa encerra", do escritor e jornalista Dave Marsh, são uma ligeira amostra do que ouvimos e lemos sobre ELVIS desde a década de 50. Entretanto, nenhuma remissão sobre o monstruoso talento de ELVIS me parece tão perfeita quanto a do historiador Pablo Aluísio, ao comentar um dueto do Rei com Frank Sinatra, na dé-cada de 60: "ELVIS simplesmente estraçalha com Sinatra. Frank chega ao ponto de satirizar a letra de ‘Love me Tender’ e tenta em vão boicotar o seu próprio dueto com ELVIS. Depois disso Sinatra nunca mais chamou ELVIS para um dueto, por ser muito egocêntrico e não gostar nada de ficar na sombra. Mas com ELVIS ao lado, coitado, ele simplesmente desapareceu!”. O rei sempre soube o quanto era talentoso e quão importante foi para o rock e para o próprio show business. Ao falar sobre seu sucesso, ELVIS resumiu o status do seu papel na história da música e do cinema: “Eu li gibis e me tornei o herói dos gibis; assisti filmes e me tornei o herói nos filmes. Assim, cada sonho que eu sonhei se tornou realidade centenas de vezes.”. O sucesso de ELVIS também esteve diretamente ligado ao fato de adorar o que fazia. Tocava violão desde os 11 anos e era um apaixonado incondicional pela música. Gravou seu primeiro single aos 18 anos e só parou de cantar já adoentado, semanas antes de falecer, em 1977. Em um de seus mais belos discursos disse, em 1971: ”Eu gostaria de dizer que eu aprendi, muito cedo na vida, que sem uma música o dia nunca terminaria, sem uma música o homem não tem amigos, sem uma música a estrada nunca teria uma curva... Então eu continuarei cantando a música." ELVIS foi uma referência marcante para qualquer roqueiro que empunhasse um microfone desde a década de 50. Não há prova maior disso do que as citações elogiosas de outros músicos, de várias épocas e estilos: "Quando eu falo sobre ELVIS eu digo ‘Isto é Rock and Roll, Rock and Roll mesmo!’. Eu poderia dizer seis ou sete nomes, mas ele está acima de todos eles." (Tom Petty) “O ponto alto de minha carreira? Essa é fácil... Quando ELVIS gravou uma de minhas canções...” (Bob Dylan). “ELVIS foi o primeiro e o maior." (Roy Orbison – o ídolo de ELVIS). "ELVIS foi o ponto inicial, onde tudo começou para nós" (Robert Plant – Led Zeppelin). "Conhecer ELVIS Presley foi um dos grandes momentos da minha vida" (Paul McCartney - Beatles) "O meu cantor preferido sempre foi ELVIS Presley. Ele foi o mais criativo e deixou tudo pronto pra quem veio depois.” (Jim Morrison – The Doors). "ELVIS Presley é o Big Bang do Rock'n'Roll, o começo de tudo" (Bono Vox – U2). “Descrever ELVIS? Ele é o maior que já existiu, ou que irá existir...” (Chuck Berry). "ELVIS era absolutamente brilhante! Ouvir a voz dele me fez querer fazer algo parecido.” (David Gilmour – Pink Floyd). “ELVIS... Ele era único... Uma pena que não tenha cantado mais o blues...” (B.B.King). "Só existia uma pessoa que os Beatles queriam conhecer nos EUA: ELVIS!" (John Lennon - Beatles). “Houve vários caras valentes, vários enganadores, vários concorrentes, mas só um Rei" (Bruce Springsteen). “Ninguém o igualará. Ele é o original em uma área de imitadores.” (Mick Jagger – Rolling Stones). “Quando ouvi ELVIS cantar a minha ‘Bridge Over Trouble Water’ pela primeira vez achei inacreditável e pensei: como é que posso competir com isso?” (Paul Simon). “Antes de ELVIS tudo era preto e branco. Depois dele, um colorido glorioso...” (Keith Richards – Rolling Stones). “ELVIS será sempre o Rei. A razão é simples: ele foi o melhor cantor que já existiu.” (Ian Gillan – Deep Purple). "Eu agradeço a Deus por ELVIS Presley. Agradeço a Deus por ter mandado ELVIS para abrir a porta para que eu pudesse atravessar e caminhar pela minha estrada..." (Little Richard). "ELVIS é o maior cantor de Blues do mundo..." (Joe Cocker). “ELVIS é o meu homem" (Janis Joplin) “ELVIS era o rei... Pessoas como eu e Mick Jagger simplesmente seguimos as suas pegadas...” (Rod Stewart). Aprendo a apreciar mais e mais a obra de ELVIS todos os dias. Sua habilidade como cantor e front man, seu legado musical e suas simples lições de vida. Como seria possível não admirar um cara que, apesar de ser um dos mais importantes artistas da história, diz o seguinte no auge da sua carreira: "Eu acho que a coisa mais importante na vida de uma pessoa é felicidade, e não coisas materiais como carro, dinheiro, casa. Você pode ter tudo, mas se você não for feliz, o que você tem? Então eu acho que se eu puder apenas continuar fazendo a vida das pessoas agradável e fizer minha própria vida feliz, então é tudo o que eu poderia esperar da vida.”. ELVIS é unânime? Provavelmente quase... Basta que alguém discorde para que a unanimidade caia por terra, restando “apenas” o reconhecimento da esmagadora maioria. Entretanto, relembrando Nélson Rodrigues, me escoro nos fatos e na opinião dos “meus amigos” acima para dizer, sem medo: em se tratando de ELVIS, a unanimidade não seria burra... Abaixo, segue clip de uma apresentação de ELVIS em 1970, cantando a fantástica “Suspicious Minds”. Essa é uma das mais belas e emblemáticas interpretações do Rei. A letra e canção original são de um cantor de Memphis chamado Mark James, que gravou a música na década de 60 sem ter conseguido sucesso. ELVIS teve acesso à canção em 1969 e se apaixonou por ela. “Suspicious Minds” foi lançada no mesmo ano, alcançando o topo nas paradas e sendo imortalizada pelo Rei como mais um clássico do Rock. Fonte: BlogRevista

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Numerologia? Nascidos no dia 27 = DIA DA AUDÁCIA

Eu nasci neste dia, e tudo isso que está escrito abaixo tem muito a ver comigo:

Feliz daquele que nasce neste dia, pois a junção dos números 2 (dois) e 7 (sete) somados, representam o carisma do número 9 (nove).

O nativo deste dia é normalmente conhecedor dos mistérios da vida e pode, se quiser, ir a extremos: para o bem ou para o mal, e normalmente com 18 anos já definiu o caminho que vai percorrer.

Virtudes: dedicação àquilo que acredita, generosidade e genialidade.
Fraquezas: falta de concentração e de persistência.

Como lhe parece fácil realizar qualquer coisa, inclina-se a protelar tudo.
Normalmente intelectual, de natureza psicológica, é admirado e respeitado por todos que dele se aproximam, conseguindo realizar sonhos de paz e harmonia entre as pessoas.

Tem personalidade audaciosa, liberal, corajosa, combativa e independente; é também grande amante da liberdade e não suporta dar satisfação dos seus atos, preferindo trabalhar só.

Quase sempre bem sucedido no plano material, dificilmente tem maiores problemas de dinheiro, pois sabe como consegui-lo.

Tem elevado senso de fraternidade e mente Universal.
É afetuoso, emotivo, nervoso e de certa maneira um tanto extravagante, principalmente em se tratando de sua aparência.
O amor, a afeição e dedicação ao semelhante representam muito e é capaz de grandes sacrifícios pelos que ama.

É por demais pacífico e jamais procura problemas, o que não quer dizer que seja covarde; muito pelo contrário, pois se pode tornar violento quando atingido por injustiças e ingratidões.

Caso não tenha uma existência superior e altruísta, as frustrações, fracassos e decepções podem lhe causar perturbações cardíacas e algum tipo de problema cerebral.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

CORINTHIANISMO

Escrito em 1997 pelo Corinthianíssimo Sr. Antônio, que faleceu um pouco antes de comemorar o penta no Brasileirão, em 2011.

SER CORINTHIANO É IR ALÉM
MESMO QUE AOS OUTROS NÃO SOE BEM
E QUE POSSA PARECER PRESUNÇÃO
QUE NOS DESCULPEM AS OUTRAS TORCIDAS
POR NÃO TEREM DURANTE SUAS VIDAS
O QUE DOS CAMPEÕES, É O CAMPEÃO.

SER CORINTHIANO É IR NA RAÇA
EM BUSCA DA CONQUISTA E ERGUER A TAÇA
JUSTO LAUREL DE MAIS UMA VITÓRIA
QUE FAZ DESSE CLUBE BRASILEIRO
TÃO PODEROSO AQUI E NO ESTRANGEIRO
CONFORME REGISTRADO NA SUA HISTÓRIA.

SER CORINTHIANO, VERSO E REVERSO
É FAZER DO RESULTADO ADVERSO
MAIS UM FATOR DE FORÇA E GALHARDIA
E SE TORNAR MUITO MAIS INDIVISIVEL
E VENCER ATE MESMO O INVENCIVEL
COM TALENTO, FORÇA E PICARDIA.

SER CORINTHIANO É SER UM FORTE
É MANTER ALTIVO O NOBRE, O PORTE
COMO ELEGANTE VOO DO GAVIÃO
É BUSCAR NO CORAÇÃO QUASE AFLITO
A FORÇA INCONTIDA DE UM SÓ GRITO
TIMÃO! TIMÃO! TIMÃO!

SER CORINTHIANO É UM TESTEMUNHO
DE SER CAPAZ EM MEIO AO REDEMUNHO
MESMO NUM ESTADO QUASE EXANGUE
ENCONTRAR NA CONDIÇÃO PSICOLOGICA
A GARRA DE MAIS UMA VITÓRIA E LÓGICA
COM FÉ, SUOR, LÁGRIMA E SANGUE.

SER CORINTHIANO E NÃO TER PROBLEMA
DE LEVAR NO PEITO UM LINDO EMBLEMA
SIMBOLO DE AMOR, RAÇA E EMOÇÃO
E FAZER DE CADA JOGO UMA MANEIRA
DE EMPUNHAR MAIS ALTO SUA BANDEIRA
E DE PULSAR MAIS FORTE O CORAÇÃO.

SER CORINTHIANO É TER NA VIDA
A CERTEZA DESSA GRAÇA RECEBIDA
E TODO DIA AGRADECER AO CEU
É TER NO CORAÇÃO APAIXONADO
A VENTURA DE ESTAR COMPROMISSADO
E A VIRTUDE QUE SER MAIS-QUE-FIEL.

SER CORINTHIANO É SER LEAL E FRANCO
É SUPORTAR E VENCER TODO TRANCO
DE ALGUM ADVERSARIO QUE INVEJOSO
ANTES MESMO QUE A PARTIDA COMECE
DIANTE DO CORINGÃO RECONHECE:
ESTE SIM É UM TIME VIRTUOSO.

SER CORINTHIANO É NAS LISTAS
DAS MAIS GLORIOSAS CONQUISTAS
TER POSIÇÃO E PODER
E TER A LUTA POR TEMA
E NA BANDEIRA UM LEMA:
VENCER, VENCER E VENCER!

SER CORINTHIANO É SER UM BRAVO
E NÃO ACEITAR O AGRAVO
QUANDO GRATUITO E BANAL
NA LUTA, SOMOS OS PRIMEIROS
NO DESCANSO, OS DERRADEIROS
POIS TEMOS DEUS POR FANAL.

SER CORINTHIANO É SER NOBRE
SEJA VOCÊ RICO OU POBRE
O TIMÃO O CONDECORA
SEJA VOCÊ O QUE FOR
O CORINTHIANS É SEU AMOR
TODO MÊS, TODO DIA, TODA HORA.

SER CORINTHIANO É TAMBÉM
TER O ACONCHEGO DE ALGUÉM
QUE SEU CORAÇÃO ENGALANA
PODE SER QUE SUA "METADE"
LHE NEGUE EXCLUSIVIDADE
POR SER TAMBÉM CORINTHIANA.

SER CORINTHIANO É GOSTOSO
É VIVER DO PLENO GOZO
DE CONQUISTAS E ALEGRIAS
DEIXE QUE NO AMOR SE FORGE
PELO TIME DO PARQUE SÃO JORGE
MAIS CALOR, FÉ E SIMPATIA.

SER CORINTHIANO É SER DE LUZ
É SABER CARREGAR SUA CRUZ
NOS MOMENTOS MAIS ADVERSOS
MAS, RECONHECE, CONTUDO
QUE VEJA O CEGO OU FALE O MUDO
O CORINTHIANS E SEU UNIVERSO.

SER CORINTHIANO É SER ALGO MAIS
É NÃO SE CONTENTAR COM TRIVIAIS
NEM DEIXAR SEUS DEVERES PRA DEPOIS
E VALORIZAR CADA MOMENTO VIVIDO
COMO UM BELO PRESENTE RECEBIDO
ALÉM DAQUELES PRA SER VIVIDO A DOIS.

SER CORINTHIANO É SER GUERREIRO
É TRABALHAR TODO DIA- O ANO INTEIRO
CONSTRUINDO O PAÍS E A NAÇÃO
E SER PARTICIPANTE INTELIGENTE
AGUERRIDO, ÚNICO, DIFERENTE
MARCAS REGISTRADAS DO TIMÃO.

SER CORINTHIANO É NA ARQUIBANCADA
EMPUNHAR A BANDEIRA DESFRALDADA
SEM RECEIO, MEDO OU ENGANO
ABRAÇAR FORTE, BEM JUNTO AO PEITO
O SIMBOLO DE UMA AMOR JAMAIS DESFEITO
O GLORIOSO PAVILHÃO CORINTHIANO.

SER CORINTHIANO, POR QUE NÃO DIZER?
É TER MOMENTOS DE ALEGRIA E DE SOFRER
POSTO QUE NÃO HÁ VITORIAS SEM LUTA
O CORINTHIANO QUE DIGNIFICA A VIDA
TEM A ALMA TODO DIA ACRESCIDA
EM FUNÇÃO DO RESPEITO QUE DESFRUTA.

SER CORINTHIANO É SER VARONIL
AO CONQUISTAR A COPA DO BRASIL
EM NOITE DE ALEGRIA, LUZ E CORES
CLUBE INCENTIVADO POR FIEL TORCIDA
AINDA VAI GANHAR NA ULTIMA PARTIDA
O TÍTULO DA TAÇA LIBERTADORES.

AUTOR: ANTÔNIO FRANCISCO DE ALMEIDA
P.S: SONHO REALIZADO EM 04-07-2012
PARTICIPARAM COM ELE, SÓCRATES E DEMAIS TORCEDORES NA ETERNIDADE,
GRITANDO COM PERMISSÃO DO PAI CELESTIAL:
- TIMÃO, TIMÃO, TIMÃO É CAMPEÃO!

sexta-feira, 6 de julho de 2012

CORINTHIANS CAMPEÃO DA LIBERTADORES 2012 INVICTO

OBRIGADO TITE, por manter o time na linha.
Obrigado Emerson pela Malandragem.
Obrigado Danilo pelo toque de gênio.
Obrigado Romarinho pela cavadinha.
Obrigado à todo time que trabalhou unido.
CONTRA TUDO E CONTRA TODOS!
Salve São Jorge!

quarta-feira, 28 de março de 2012

Episódio da Manicure

Cheguei na manicure desesperado com uma unha inflamada doendo pra cacete.

A mulher disse que num ta encravada nada e é só passar remédio.
Ja comprei e ja passei. Mas tive que lavar com bombril e água sanitaria (Dakin) antes de passar. Esfregar até sangrar, pro remedio penetrar bem.

E ela falou pra eu parar de enfiar o dedo em lugares sujos.
Dai eu falei: não vou mais cutucar sua mãe, fica tranquila!
E ela falou: vá embora!!!

E eu fui pra farmacia. Comprei líquido de Dakin e Nebacetim e estou me auto-medicando

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Tráfico de drogas, o culpado é o consumidor?

Recebi uma estorinha por e-mail da minha mãe. Em resumo a estorinha era assim: um filho drogado que usava cocaína teve sua mãe assassinada por traficantes que queriam roubar seu carro pra invadir a boca vizinha pra ter mais drogas pra vender. E no final do e-mail dizia que o culpado de tudo isso era o consumidor.

Bem dramática a estorinha, mas isso é uma coisa criada por gente que não enxerga um palmo na frente da cara.

A culpa de tudo isso não é de quem usa as drogas. A culpa de tudo isso é a política equivocada do governo.

O governo não consegue combater as drogas já está comprovado isso. O modelo atual de combate às drogas vem sido usado há mais de 50 (CINQUENTA) anos e não funciona. Quem quer usar usa, tem fácil acesso, criou-se o tráfico, criou-se um poder paralelo ao poder público por conta dessa política absurda e atrasada de proibição e repressão.

Em países mais desenvolvidos as drogas foram discriminalizadas, o usuário parou de ser tratado como bandido. O uso de maconha e seus derivados já não é mais crime na Holanda, Portugal, Estados Unidos, Espanha, Argentina, Bélgica, Alemanha, Finlândia.

Resultado: Não há mais tráfico de drogas e o consumo diminuiu. Não se formou um poder paralelo do tráfico pois não há mais tráfico, então não há mais violência.

A culpa de tudo isso é do governo que deixou a população sem educação, escola, saúde e moradia e assim se formaram as FAVELAS. E nas favelas se concentrou um meio de renda extra que se chama tráfico. E isso só aconteceu porque as drogas são proibidas. Se não fossem, não teria por que todos correrem risco pra buscar drogas. Não haveria tiroteio nem sangue, nem armas nas mãos de crianças.

O Fernando Henrique Cardoso, estudioso, culto, ex-professor da USP, ex-presidente da república, fala cinco línguas, viajou o mundo todo, conhece muita gente importante. Ele lançou um filme que se chama QUEBRANDO TABU, que fala justamente sobre isso, sobre a discriminalização das drogas, para essas serem tratadas como questão de saúde e não de crime. Existe uma grande diferença entre discriminalização e legalização. Procure se informar.

O álcool e o cigarro matam muito mais do que todas as outras drogas ilícitas juntas!

Se quem quisesse consumir maconha (que é um remédio como qualquer outro, os índios sempre usaram, nas farmácias existem drogas 100 vezes piores) pudesse plantar seu proprio pezinho em casa e usar, isso não geraria o tráfico de drogas. O tráfico só existe porque o governo PROIBIU uma planta de existir na face da terra. Isso pra mim não é certo.

Então enquanto o governo não cair na real e encarar de frente essa questão com INTELIGÊNCIA e não violência e repressão isso não vai mudar. Não adianta espalhar e-mail com estorinhas fantásticas, pois o buraco é bem mais embaixo.

Pra terminar, segue a opinião de uma especialista:

Drogas são vendidas no mundo todo. Nas ruas de Berlim ou Lisboa vendedores oferecem suas mercadorias para moradores e turistas. Mas vender a droga não implica dominar comunidades inteiras, como os chefões fazem no Rio de Janeiro. “Chegamos a esta situação devido à ausência do Estado nas favelas e também à corrupção policial, que apreende as armas de um traficante e revende para o outro”, diz a socióloga Julita Lemgruber, diretora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, da Universidade Cândido Mendes.

Muito fácil apontar a culpa para o usuário e isentar o ESTADO de suas responsabilidades básicas.

Revista Época - A elite e os traficantes

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

MANUAL DO ADEPTO A BEBER SOCIALMENTE

Coisas que são DIFÍCEIS de dizer quando você está bêbado:
- Indubitavelmente.
- Preliminarmente.
- Proliferação.
- Inconstitucional.

Coisas que são EXTREMAMENTE DIFÍCEIS de dizer quando você esta bêbado:
- Especificidade.
- Transubstanciado.
- Verossimilhança.
- Três tigres.

Coisas que são TOTALMENTE IMPOSSÍVEIS de dizer quando você está bêbado:
- Puta merda que menina feia!!!!
- Chega, já bebi demais....
- Sai fora, você não é o meu tipo...

MANUAL PRÁTICO - Como agir quando se bebeu demais e está com os seguintes sintomas:

SINTOMA: Pés frios e úmidos.
CAUSA: Você está segurando o copo pelo lado errado.
SOLUÇÃO: Gire o copo até que a parte aberta esteja virada para cima.

SINTOMA: Pés quentes e úmidos.
CAUSA: Você fez xixi.
SOLUÇÃO: Vá se secar no banheiro mais próximo.

SINTOMA: A parede a sua frente está cheia de luzes.
CAUSA: Você caiu de costas no chão.
SOLUÇÃO: Coloque seu corpo a 90 graus do solo.

SINTOMA: O chão está embaçado.
CAUSA: Você está olhando para o chão através do fundo do seu copo vazio.
SOLUÇÃO: Compre outra cerveja ou similar.

SINTOMA: O chão está se movendo.
CAUSA: Você está sendo carregado ou arrastado.
SOLUÇÃO: Pergunte se estão te levando para outro bar.

SINTOMA: O local ficou completamente escuro.
CAUSA: O bar fechou.
SOLUÇÃO: Pergunte ao garçom o endereço de sua casa.

SINTOMA: O motorista do táxi é um elefante rosa.
CAUSA: Você bebeu muitíssimo.
SOLUÇÃO: Peça ao elefante que o leve para o hospital mais próximo.

SINTOMA: Você está olhando um espelho que se move como água.
CAUSA: Você está para vomitar em uma privada.
SOLUÇÃO: Enfie o dedo na garganta

SINTOMA: As pessoas falam produzindo um misterioso eco.
CAUSA: Você está com a garrafa de cerveja na orelha.
SOLUÇÃO: Deixe de ser palhaço.

SINTOMA: A danceteria se move muito e a música é muito repetitiva.
CAUSA: Você está em uma ambulância.
SOLUÇÃO: Não se mova. Possível coma alcoólico.

SINTOMA: A fortíssima luz da danceteria está cegando seus olhos...
CAUSA: Você está na rua e já é dia.
SOLUÇÃO: Tente encontrar o caminho de volta para casa.

SINTOMA: Seu amigo não liga para o que você fala.
CAUSA: Você está falando com uma caixa de correios.
SOLUÇÃO: Procure seu amigo para que ele te leve para casa.

SINTOMA: Seu amigo não pára de falar repetidamente as mesmas palavras
CAUSA: Você está falando com o cachorro do vizinho
SOLUÇÃO: Peça pra ele mostrar onde é sua casa.